Saúde e Vida

7 Alimentos que combatem a crise de alergia

By

Crises alérgicas, também conhecidas como reações de hipersensibilidade, são basicamente reações exageradas do sistema imunológico após ser exposto à vários tipos de agentes que são considerados inofensivos e identificando-os como substâncias perigosas e nocivas. Geralmente essas crises ocorrem com pessoas que já possuem predisposição genética.

A gravidade destas crises varia bastante de pessoa para pessoa, causando desde coceira até anafilaxia (choque anafilático), esta última sendo uma reação generalizada que pode ocorrer em vários órgãos e sistemas ao mesmo tempo e pode levar a óbito.

Existem alguns fatores de risco que devem ser considerados no desenvolvimento de alergias, como histórico familiar ou o fato de o paciente já possuir alguma outra condição alérgica, como asma. De forma geral, o diagnóstico da alergia se dá através de análise do histórico clínico e alguns exames como:

  • Testes cutâneos.
  • Teste de contato.
  • Exames laboratoriais.
  • Diagnóstico por imagem (radiografia e tomografia).
  • Testes de provocação.
  • Dietas de eliminação.

O tratamento da alergia é feito em associação de tratamento clínico com controle ambiental, em alguns casos é necessário fazer imunoterapia, que é a forma mais rápida de tratar reações alérgicas, principalmente em casos mais graves.

Como as crises de alergia prejudicam o cotidiano de uma pessoa?

Crises alérgicas não tem estação para se manifestar e podem ser consideradas problema de saúde pública por acometer de 10 a 20% da população mundial em todas as faixas etárias.

O fato de desenvolver alguma alergia não quer dizer necessariamente que o organismo está com as defesas prejudicadas, mas sim que está protegido de forma exagerada.

Isso ocorre pela produção de uma substância chamada histamina, que faz com que as células de defesa identifiquem a substância e protejam o organismo da sua entrada. Existem pelo menos quatro tipos básicos de alergia, que são:

  • Alergia alimentar

Em alguns casos é bastante comum que o sintoma de alergia alimentar seja confundido com intolerância à determinado alimento ou reações adversas por intoxicação. Mas em geral, a alergia alimentar se manifesta através da pele, reação gastrointestinal ou anafilaxia. Os alimentos que mais costumam provocar alergia são: leite, ovo, amendoim, soja, frutos do mar e nozes.

  • Alergia dermatológica

Os principais tipos de alergias dermatológicas são: dermatite atópica, na maioria dos casos ocorre em indivíduos com predisposição genética; dermatite de contato, ocorre no contato direto da pele com alguma substância; urticária, pode ser desencadeada por uma infinidade de fatores, como contato com alimentos, insetos, distúrbio hormonal, infecções e medicamentos, por exemplo; estrófulo, que é diretamente ligada à picadas de insetos como abelhas, formigas, pernilongos e pulgas; alergia ao látex, reação imunológica que se apresenta ao entrar em contato com luvas cirúrgicas e camisinha.

  • Alergia respiratória

Desencadeada ao inalar substâncias como poeira, bolor, pelos de gato e diversas outras, as alergias respiratórias mais comuns são: asma, que se manifesta principalmente através de falta de ar, cansaço e chiado no peito; rinite alérgica, que provoca longas crises de espirros, além de coriza e coceira no nariz e nos olhos; alergia a ácaros ou fungos, estes são os tipos mais comuns de alergia respiratória, provocando sintomas parecidos com os da rinite alérgica; alergia a animais, que é desencadeada ao respirar pelos de animais como cães e gatos, porém também pode se manifestar ao ter contato direto também com a saliva e a urina; alergia a pólen, cujas crises são desencadeadas ao inalar os grãos de pólen das plantas.

  • Alergia a medicamentos

Os sintomas se manifestam ao ingerir determinados tipos de medicamentos, em que o sistema imunológico identifica aquela substância como nociva para o corpo e acaba a atacando.

Os sintomas das crises alérgicas

Por possuir diversos fatores que influenciam as crises alérgicas, os sintomas podem ser variados, mas os sintomas mais comuns são:

  • Coceira
  • Vermelhidão na pele
  • Inchaço na boca
  • Falta de ar
  • Dor de barriga
  • Diarreia
  • Anafilaxia

As alergias costumam ser dinâmicas no decorrer do tempo e podem tanto ser curadas quanto o paciente desenvolver novas alergias. Portanto, é de suma importância que sejam feitos exames frequentes para determinar se as alergias foram superadas ou controladas.

Alimentos capazes de combater as crises de alergia

Manter uma alimentação saudável contribui em diversos aspectos na nossa vida, um destes aspectos é facilitar o tratamento para crise alérgica, listamos abaixo 07 alimentos que irão atuar o combate e controle de alergias:

  1. CEBOLA

Por conter quercetina, a cebola desativa a liberação da histamina, que é uma substância que o organismo libera ao desenvolver uma alergia.

  1. BRÓCOLIS

O brócolis protege o organismo dos radicais livres, além de possuir Vitamina C e auxiliar no combate a todos os tipos de germes.

  1. LARANJA

Antioxidante natural e rica em vitamina C, a laranja é uma das maiores aliadas no combate de alergias.

  1. MAÇÃ

A maçã é uma fruta que também possui quercetina, que inibe os histamínicos liberados pelas células anti-inflamatórias.

  1. FARELO DE TRIGO

Por ser rico em magnésio, o farelo de trigo age como bronco dilatador e ajuda a desenvolver as funções pulmonares.

  1. ALHO

Além de ser ótimo para tratar gripes e resfriados, o alho também é um agente importante na luta contra crises alérgicas, por também conter quercetina.

  1. BATATA

Contém uma concentração elevada de beta-caroteno, magnésio, potássio e vitamina B6, a batata ajuda a combater inflamações e possui propriedades antioxidantes.

Crises alérgicas acometem uma grande parte da população e devem ser tratadas com atenção, pois em alguns casos a reação alérgica pode ocasionar danos irreversíveis e até a morte.

A principal forma de combater uma alergia é evitar ter qualquer contato com o agente alérgico, manter o ambiente sempre limpo e fazer o tratamento com medicamentos prescritos por um médico.

A alergia não precisa ser um transtorno, com tratamento adequado, atenção e hábitos saudáveis é possível manter a qualidade de vida e reduzir os riscos das crises alérgicas. Não permanecer em locais fechados por muito tempo, não fumar, e evitar cheiros fortes também podem contribuir para o combate de alergias.

Para continuar a receber nossos conteúdos, sobre crises alérgicas e demais assuntos sobre saúde, basta se inscrever na nossa newsletter.

Comentários do Facebook

You may also like