Faça aqui a sua busca Enviar Tudo sobre o uso e as vantagens do fio dental, esse aliado indispensável da sua saúde

Por Colgate – Artigo publicado em 5/10/2016

Ao contrário do que muita gente pensa, o fio dental não serve apenas para retirar restos de alimentos entre os dentes. Ele tem outra função muito importante: remover o biofilme, uma camada invisível de bactérias que se forma em locais onde a escova de dente não alcança. Conversamos com o Dr. Wagner Nascimento (CRO-SP 73.039), odontologista e mestre em Prótese Dentária, para saber como aproveitar ao máximo todo o poder do fio dental. Se você tem receio, dúvidas, preguiça ou quer melhorar a forma como utiliza esse aliado da saúde, siga as dicas!

 

 

 

Tamanho é documento

Para começar, corte um pedaço de fio com aproximadamente 40cm e enrole nos dedos médios, um pouco em um deles e todo o resto no outro, deixando livre apenas 10 cm entre eles. Dessa forma, os dedos indicadores e polegares (que têm maior agilidade) ficam livres para guiar o processo. Na medida em que se passa o fio, deve-se enrolar (no dedo que estava com menos) e desenrolar (do dedo que ficou com mais), para manter sempre uma faixa limpa. Assim, você não passa o mesmo pedaço de fio em vários dentes e evita a transmissão de bactérias.

O grande segredo

O fio dental deve ser inserido de maneira delicada, com movimentos de vai e vem, até que ultrapasse a resistência do ponto de contato entre os dentes. A partir daí é que a limpeza começa de verdade. Muitas pessoas têm o costume de apenas colocar e tirar o fio, o que remove os restos de alimentos, mas não o biofilme. Para isso, é preciso esfregar de cima para baixo, como se estivéssemos “engraxando” os dentes – lembrando que, a cada passada, os dois dentes devem ser “engraxados”. O fio deve também ultrapassar a linha de união entre gengiva e dentes. O movimento de entrada nas gengivas deve ser feito com gentileza, para não machucar.

Sem banho de sangue

De acordo com o Dr. Wagner, gengiva saudável não sangra. O sangramento pode até ser causado pela introdução incorreta do fio, mas a razão mais provável é uma inflamação. A maioria das pessoas interrompe o uso quando observa o sangramento, mas esse é um erro perigoso. “Deve-se fazer o contrário: em gengivas inflamadas, a higiene deve ser intensificada, permitindo que o tecido gengival volte ao estado de saúde”, ensina o especialista. Se após cinco dias de limpeza cuidadosa o sangramento não parar, deve-se procurar a ajuda de um cirurgião-dentista.

Viva a diversidade!

Os fios dentais disponíveis no mercado dividem-se basicamente em dois grupos:

– Fios de nylon (conhecidos também como multifilamento): indicados para espaços mais apertados.

– PTFE ou Teflon (conhecidos também como monofilamento): indicados para espaços normais.

 

Os fios dentais podem ser encerados, saborizados e trazer recursos adicionais para auxiliar pessoas com limitação motora ou que usam aparelhos ortodônticos. O mais importante é escolher aquele que se adapta melhor a sua boca e seguir a técnica correta. Importante: quando o fio dental fica preso entre os dentes, a ponto de se romper, pode ser sinal de um problema que deve ser avaliado pelo cirurgião-dentista. Muitas doenças bucais não apresentam sintomas, por isso, o olhar clínico do profissional é imprescindível.

 

Para dormir tranquilo

A ordem dos fatores – escovar e passar o fio – não interfere no resultado final. Você pode optar pelo que achar mais confortável. Mas o uso do fio dental deve ser um hábito diário e fazer parte de sua higiene pelo menos uma vez ao dia. “Recomenda-se que seja na última higienização, antes de dormir. Assim, ele passa a fazer parte do ritual do sono”, indica o Dr. Wagner. Muitas pessoas acham incômodo, porque provavelmente não encontraram o tipo de fio mais adequado ou não conhecem o procedimento certo. Mas, com orientação apropriada e a observação diária dos benefícios, certamente você não deixará mais de usar.

 

 

 

 

Fonte: https://noticias.uol.com.br/saude/publieditorial/colgate-2016#/2016/colgate/tudo-sobre-o-uso-e-as-vantagens-do-fio-dental-esse-aliado-indispensavel-da-sua-saude/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *